Street Etiquette – “Brazil: São Paulo + Itajaí”

Há algumas postagens atrás falei sobre meu encontro com Joshua e Travis. Agora vocês podem conferir o que eles acharam do Brasil, na postagem oficial sobre a visita no http://streetetiquette.com/.

Teve até aparição minha no texto e fotos. Recomendo que leiam e escutem junto a música do início da postagem, que foi sugerida por mim e acabou caindo muito bem. Brasil!

Meu encontro com o Street Etiquette

Conheci o Street Etiquette no final de 2009 e, na época, o blog já era bom e promissor. Em 2010, acompanhei o estilo deles transcender para algo superior. Foi quando passei a admirá-los ainda mais. Certa vez, Joshua Kissi expressou seu desejo de visitar o Brasil, e foi aí que fiz contato com ele pela primeira vez. No mês passado, recebi uma mensagem sua, dizendo que o Street Etiquette viria ao nosso país por conta de um projeto com a Puma e perguntando se eu podia acompanhá-los, para mostrar alguns lugares durante a visita. Topei. A partir daí, nos tornamos amigos.

Em uma de nossas conversas, mostrei a ele o Ubora. Joshua disse que já havia visitado e lido as minhas postagens com a ajuda de um tradutor, mas não sabia que o blog era meu. Falou que, atualmente, é um dos poucos blogs que ele realmente aprecia e gosta de visitar. Foi uma grande surpresa para nós dois, mas principalmente para mim. Uma tremenda alegria! E ele viria a confirmar o quanto gosta do meu blog em nosso primeiro encontro.

Joshua Kissi e Travis Gumbs desembarcaram no Brasil no dia 16 de abril, juntamente com os outros membros do projeto da Puma. Na noite seguinte, fui convidado por Joshua a comparecer ao Puma Bar. Levei comigo meu amigo Kibe, que também estava de passagem pelo Brasil (Ele mora em Nova Iorque, onde está fazendo o seu doutorado). Além de finalmente ter conhecido o Kibe pessoalmente, encontramos Joshua e Travis. Pude confirmar que os dois residentes do bairro do Bronx, em Nova Iorque, eram caras muito legais e simples.

Nesse mesmo dia, Joshua confessou um certo descontentamento: não via negros nos lugares que visitou. Percebeu rapidamente que a desigualdade racial no Brasil é óbvia e que só não vê quem não quer. Os poucos negros que ele viu estavam servindo bebidas ou limpando os quartos do hotel. Então, pediram para que eu os levasse a um lugar de verdade, onde pudessem ver negros, pessoas comuns, ver o que os paulistanos normais faziam. Realmente, não dá pra enxergar a verdadeira São Paulo, a São Paulo das pessoas de verdade, visitando a Rua Oscar Freire, comendo em restaurantes caros e andando de táxi. No dia seguinte, fomos ao Parque do Ibirapuera visitar ao Museu Afro. E, claro, como todo paulistano normal, usamos o transporte público. Saímos do hotel onde estavam hospedados, andamos, fizemos um bilhete único para cada um, pegamos o metrô, um ônibus e chegamos ao parque. O barulho do clique da câmera era constante: os caras tiram fotos e fazem vídeos a qualquer hora e em qualquer lugar. Logo que chegamos ao museu ficaram fascinados. Falei sobre os cangaceiros, Zumbi e o Quilombo dos Palmares, as escolas de samba, a capoeira, o choro. Apesar do meu inglês fraco, a comunicação fluiu tranquilamente, para a minha surpresa.

Foi um encontro inspirador e emocionante. Esses caras me influenciaram bastante em vários sentidos e sou um grande admirador do trabalho genial que eles fazem. No quesito estilo, para mim, eles são os melhores da atualidade. Mas o Street Etiquette traz algo muito mais profundo do que apenas roupas. Joshua e Travis trazem novas opções e perspectivas aos jovens pretos. Foi ótimo poder ver os caras em ação, fazendo o que fazem de melhor. Mas o melhor de tudo foi ter firmado uma relação de amizade com Josh e Trav. Boas pessoas. Infelizmente, não pude mostrar a eles mais lugares, mais comida, mais cultura brasileira e o Jardim Brasil (Eles queriam conhecer o meu bairro, que tem o apelido de “J. Bronx” – bela coincidência, já que eles moram no bairro do Bronx), por conta de seus compromissos com o projeto da Puma. Mas, com certeza, nos encontraremos novamente.

Etiqueta das ruas!