Uma conversa sobre dreadlocks

(LEIA COM ATENÇÃO ANTES DE LER O RESTO DA POSTAGEM: Essa é a postagem mais polêmica e mais comentada do blog. Semanalmente recebo comentários que não publico. Só chororô. Já deixei bem avisado nos comentários e aviso de novo: não aceito comentários de gente que não consegue interpretar o que está escrito e vem com choradeiras dizendo que tem cabelo liso, que seus dreads de agulha são lindos, que eu proíbo gente de ter esse cabelo (Como se eu tivesse autoridade pra proibir alguém de fazer alguma coisa), que é “racismo invertido”… A verdade não agrada a todo mundo, mas continua sendo verdade. Essa postagem é técnica. Falo tecnicamente sobre o que são dreadlocks, os métodos de formação, sobre o que é dreadlock e o que não é dreadlock. E os comentários estão cheios de dicas para quem está interessado. Faço o blog pra quem quiser ler, mas o assunto e o público-alvo são bem definidos: o negro. Não vou ficar fazendo média pra ser político e não chatear os outros. A postagem não é sobre rastafari, é sobre DREADLOCKS. Sobre CABELOS CRESPOS. E nem ao menos falo da questão da apropriação cultural, que é verdadeiramente grave e muito mais polêmica. É um texto sobre estética. Segue a postagem. Boa leitura!)

Dreadlocks bem formados são um privilégio exclusivo do cabelo afro/crespo. Historicamente, não é difícil definir quando e onde os dreadlocks surgiram: na cabeça do primeiro homem de cabelo crespo. Dreadlocks surgem naturalmente e de forma inevitável no cabelo crespo quando não se usa um instrumento para separar os fios e mechas, como um pente, por exemplo. Ou seja, os membros das primeiras sociedades africanas já tinham dreadlocks. Eles se formam sem a ajuda de qualquer tipo de instrumento específico ou produtos como cera, cremes etc.

Os métodos para quem tem cabelos não-crespos (Lisos, cacheados etc) “forçam” a formação de dreadlocks, dando aos cabelos um aspecto falso e maltratado. O mais famoso (E pior, na minha opinião) é o tal “método da agulha”, no qual se embaraça o cabelo e, com a ajuda de uma agulha, são feitos pontos de crochê  para que o cabelo fique num formato cilindrico, semelhante ao de um dreadlock. Costumo fazer a seguinte comparação: um cabelo liso com dreads é o mesmo que um cabelo crespo alisado. De longe, podem até parecer com o que querem que pareça. Mas, de perto, nota-se que a diferença é enorme: textura, balanço, possibilidades de cortes, possibilidades de penteados… Então, se você tem cabelo lisos não recomendo que tentem cultivar locs. Not hating, just saying.

Se você tem o cabelo crespo e se interessa em cultivar dreadlocks, minha recomendação é essa: fuja de agulhas e de ceras. O dois métodos mais famosos para a formação de dreadlocks são o de fingertwists e o freeform. Em todos os métodos, a formação dos locs consiste em manter mechas de cabelo em um mesmo formato pelo maior tempo possível, para que os fios de cabelo que se desprendem do couro cabeludo fiquem presos dentro da mecha. Assim, quanto mais o tempo passa, mais os fios se entrelaçam (Os cabelos crespos tendem a amarrar uns fios aos outros, naturalmente) e mais cabelos se acumulam dentro das mechas, dando a elas um formato fixo e praticamente impossível de ser desmanchado.

Freeform consiste em, simplesmente, deixar o cabelo crescer sem penteá-lo, separar os fios ou dividir suas mechas. Resumindo: não faça nada no cabelo. Deixe que ele cresça, com o mínimo de intervenção. Nesse método os locs irão se formar naturalmente e você não poderá escolher sua grossura e quantidade. Dreadlocks freeform:

Fingertwists consiste em fazer twists no cabelo e mantê-los nesse formato (É simples de fazer: só enrolar uma mecha de cabelo com os dedos para que ela fique num formato cilindrico, como na foto abaixo. Os dreadlocks vão se formando conforme o passar do tempo. Nesse método você pode escolher a quantidade e a grossura dos dreadlocks. Posso dar mais detalhes sobre esse método porque foi o modo que escolhi para cultivar os meus.

Twists

Nos primeiros meses dá um certo trabalho, pois os twists se desmancham facilmente nas primeiras lavagens. Então, é bom dormir com toucas e, após cada lavagem, refazer os que desmancham. Paciência é a chave do negócio. Quanto mais o tempo passa, menos twists se desmancham, tornando o processo cada vez menos trabalhoso. Os twists demoram de 2 a 12 meses para se tornarem dreadlocks. O tempo varia conforme a textura do seu cabelo. Quanto mais crespo for o cabelo, mais rápido os locs surgem. E quanto mais curto estiver o cabelo, quando se faz o twist pela primeira vez, mais rápido os locs se formam.

Os twists, como na foto, devem ser mantidos no mesmo formato até os dreadlocks se formarem definitivamente. Nesse estágio de formação, os twist são popularmente chamados de “baby locs”.

Para os dois métodos: recomendo que lavem os cabelos uma vez a cada 7 dias quando os locs ainda não tiverem se formado e de uma a duas vezes por semana quando os locs já tiverem se formado (Varia conforme a sua necessidade). “Mas não fede?” Não. O cabelo não costuma ficar fedido, não dá caspa e nem coceiras. Logo no início o couro cabeludo se acostuma aos intervalos existentes entre cada lavagem. Uma regra: nunca esfregue os cabelos com força. Massageie o couro cabeludo delicadamente para limpar, sem desmanchar os twists ou separar os fios. Nunca use condicionadores ou cremes, eles melecam o cabelo e dificultam a formação dos locs.

A manutenção no cabelo precisa ser frequente. No método freeform é só fazer o mesmo de sempre: mexer o mínimo possível. No fingertwist é só continuar a enrolar os dreadlocks com o dedos, para que os cabelos novos e próximos a raíz fiquem sempre num formato fixo. No youtube existem dezenas de vídeo explicando como é possível fazer a manutenção. Só buscar por “dreadlocks maintenance”. Existem gels específicos para twists e manutenção de dreadlocks, que ajudam a manter o cabelo no formato enrolado. Hoje, já com 2 anos mantendo os dreadlocks (Originalmente escrevi e publiquei esta postagem quando tinha mais ou menos 7 meses), uso um método chamado “interlock”, que é mais conveniente para a textura do meu cabelo (Consiste em passar os dreadlocks por dentro da raíz, quando esta já está crescida). Para terminar, algumas imagens inspiradoras:

119 respostas em “Uma conversa sobre dreadlocks

  1. Grande Jun,

    Ótimo texto sobre dreadlocks! Aliás, estou lendo um livro ótimo sobre rastafarianismo e logo logo pinta um post sobre o tema lá no NewYorKibe (incrível como há uma quantidade enorme de lixo e mal entendidos sobre o assunto na Internet). E finalmente alguém falou a verdade sobre esse lance de cabelo liso + dreadlocks (adorei a comparação com o alisamento de cabelos crespos). By the way, outra coisa que acho meio forçada são esses dreadlocks postiços, tipo “megahair”, seja de lã ou cabelo alheio. Na minha ida pro Brasil, entre junho e julho passados, vi muitos desses na cabeça de brothas e sistas de SP. O engraçado é que eu comentava com o Oga Mendonça, do Projeto Manada, possuidor de belos locks verdadeiros, como o uso dessas paradas não faz com as pessoas vivenciem a experiência de cultivar os dreadlocks, ou seja, escolher a melhor técnica, cuidar, ver crescer e estabelecer uma relação afetiva com os cabelos que com certeza muda a maneira como se trata dos cabelos crespos. Serve apenas para quem cai nas “modinhas” e fica pulando de uma para outra sem uma relação mais identitária com nenhum estilo. Mas enfim, a história vai longe. E como você mesmo disse, “Not hating just saying”.

    Muita Paz!

    Márcio/Kibe.

    PS: conheço os produtos para locks produzidos aqui nos EUA e alguns são muito bons. Uma pena não serem comercializados no Brasil!

    • Isso é que é um comentário! Haueuhaeu

      Verdade seja dita: dreadlocks são tão naturais ao cabelo afro que se formam naturalmente, mas no cabelo liso é apenas uma simulação de dreadlock. Não há como comparar. Assim como o cabelo alisado é uma simulação de cabelo liso. Mas por que a diferença só é vista quando um cabelo crespo é alisado e não quando o cabelo liso é encrespado? Pouca conveniência, né? A realidade é essa: não fica bom em cabelo liso. Not hating, just saying.

      Também não sou chegado nesses “dreads” sintéticos. Pra quem gosta de variar bastante, até vai. Mas pra quem usa sempre, pra mim, soa como um bigode falso. Não sei bem, mas parece mais fácil encarar a rejeição pensando: “Não é meu, mesmo”, ao invés de assumir o seu logo. Mas essa história vai muuuito longe.

      • Achei um pouco preconceituoso e exclusivista. Os dreads não são naturais apenas aos cabelos crespos, há regiões da Asia em que é milenar o seu uso, e lá as pessoas tem cabelo liso…

      • Então faz o teste: enrola um cabelo liso e deixa enrolado por alguns meses. Se realmente se formarem dreadlocks, eu apago a postagem. Não há como discutir, é um fato. Dreadlocks só se formam naturalmente em cabelos crespos. O resto é artificial: ou cabelo grudado com produtos (Sejam eles naturais ou artificiais) ou cabelo embaraçado em formato de corda. Não há muito o que se discutir quanto a isso.

      • Oi mais uma vez, rs!
        Olha, quando me referi aos sadhus nao tava questionando cm eram feito os seus dreads, mas sim a questão do pertencimento da estetica dos dreads. Sabemos que os dreads fazem parte da estetica de muitas tribos africanas desde uma epoca incalculavel, assim como a questão dos sadhus, por sua vez o rastafari surgiu na decada de 20 do seculo passado. Logo, como definir que os dreads pertencem a essa ou aquela cultura, ja que houve aí apropriaçao atras de apropriaçao, resignificação em cima de resiginificação.Claro, eu nao vou negar que a significação dos dreads por parte da cultura negra é pra mim ate mais significativa. Mas ja que houve varias resignificações, nao estariamos diante de uma nova reestruturação da concepção da estetica dos dreads. Pois vejo que inumeras pessoas de distintas etnias veem aderindo o visual, e essas pessoas tem certos pontos em comum: uma certa resistencia ao sistema capitalista atraves tbm de confecção de produtos artesanais, uma atração pelo natural ( entenda como uma certa recusa ao caos da vida urbana contemporanea). Me desculpa se to insitindo nesse assunto, mas me interessei bastante, nao so por ter dread, mas ate por um certo medo de estar contribuindo pela apropriação da cultura negra por parte dos brancos. To pensando em ir mais a fundo nesse assunto, buscar bases teoricas e desenvolver alguma coisa nisso, rs. Se puder me ajudar, agradeço. Abraço

      • Apropriação é um fenômeno mais complexo, ele surge apenas dentro de um contexto de hegemonia racial. A apropriação não leva a um contexto de ressignificação, mas sim de exotização dos elementos e características físicas de um povo. É algo bem mais grave e emergencial do quê aparece, não é um simples “sentimento de posse”, mas sim um dos fatores que contribuem a favor da manutenção do racismo. Vou te mandar um texto como recomendação, competentemente escrito por uma amiga minha: http://servicodepreta.blogspot.com.br/2014/05/a-insustentavel-leveza-do-ser.html

        Marque as referencias dadas pois logo mais deletarei estes comentários para evitar debates de terceiros em cima deles, ok? Um abraço!

  2. Lindos!!!

    Alguém deveria ter mandado esse tutorial pro Felipe Dylon…………..

  3. Nota 10. Adorei o especial. Não sabia disso. Uma vez meu cabelo estava começando a formar dreads free form mas penteei o cabelo pra desembaraçar. Não quero por enquanto ter dreads, estou curtindo meu black, fazendo tranças nagô de vez em quando.

    Quem sabe um dia, quando meu cabelo estiver muito grande mesmo eu não faça dreads? Ainda bem que agora não caio mais na agulha nem na cera.

    Abraços

  4. achei super ,tenho a maior vontade agora estou facinho pois cortei o meu cabelo bem curtinho,e estou pensando em deixar ficar dreads .

  5. oi li tudo acima, nao concordo com essa comparação,pois qdo vc quer um visual diferente n importa o tipo do cabelo, importa apenas o q vc quer fazer com o seu cabelo.

    • Pode não concordar, mas não falei isso chutando e não dei uma opinião simplista. É um fato incontestável: em cabelos crespos os dreadlocks nascem naturalmente. Cabelo liso não forma dreadlocks, apenas “simula” (Com métodos que embaraçam/grudam ao máximo as mechas de cabelo – enquanto dreadlock de verdade não consiste em embaraçar ou passar cêra no cabelo).

      No mais, os seres humanos são diferentes. O que fica bem em alguns não fica bem em outros. E não há problema algum nisso.

  6. Olá Jun.
    Sim, muito interessante essa materia sobre dreadlocks.
    Mas do jeito que vc esta falando, assusta bastante quem nao é preto(negro), e quer aderir a esse estilo.
    Discordo com o que vc disse, que dreadlocks são exclusivamente para negros ou para quem tem cabelo crespo. Sim, é realmente muito mais difícil, e da mais trabalho, especialmente no começo, mas dreadlocks conseguem ficar firmes em cabelos lisos tbm. Ou seja, em pessoas brancas e mulatas ou “não negras”.
    Eu sou branco, branquinho mesmo…sempre quiz fazer os dreadlocks, eu fiz tem 5 meses e estao ficando cada vez melhores. Confesso que nos dois primeiros meses, era manutenção toda hora, pois os fios queriam sair do dread. Mas com o passar do tempo, ele firma/trava.
    Enfim, me senti um pouco ofendido com sua afirmação que dreadlocks em pessoas brancas são apenas “simulação de dreadlock”. Achei um julgamento meio pesado de sua parte.
    Estou cultivando os meus, com muito carinho e cuidado…quando completar 1 ano, eu tiro uma foto e passo pro seu email. Pra ter certeza, que os meus dreads não são uma simulação.

    Jah Bless

    • É o que coloquei em negrito lá em cima: “Not hating, just saying”.

      A intenção não é falar mal (Muito menos ofender). Não me entendam mal. É só uma constatação. Não estou falando pra sacanear. Quando disse que é uma “simulação” de dreadlocks é porque o métodos de usar agulha ou de passar cera (Que são os métodos usados em cabelos lisos) são artificiais: deixam o cabelo bem embaraçado/grudado e num formato cilindrico. Quando o dreadlock é FEITO, é porque é artificial. Dreadlock de verdade se forma após meses. Passa de “babyloc” pra dreadlock.

      O blog trata de estética. Não posso aparecer aqui falando que dreadlocks em cabelos lisos (Ou feitos a base de agulha de crochê) vão sair como dreadlocks freeform ou formados através de twists. Justamente porque NÃO SAEM. Não posso falar pra alguém que tenha cabelo liso que o cabelo dela vai ficar como os da foto ou que ela vai poder cachear ou trançar seus dreadlocks.

      Assim como não tenho nada contra quem tem os cabelos crespos e os alisa. Mas não posso falar que um cabelo alisado é igual a um cabelo naturalmente liso. Ele simula um cabelo liso. A diferença é visível e existe em vários aspectos, como movimento, possibilidade de cortes, penteados etc. E essa diferença é admitida. Qual o problema em se admitir que dreadlocks são convenientes em cabelos crespos? Somos diferente e não há problema algum nisso. Eu não fiz a matéria na base do chute, realmente sei que existe uma diferença gritante entre um e outro. E confirmada ali em cima pelo meu parceiro Kibe.

      Como falei a intenção não é mesmo ofender. Não há necessidade de se sentir ofendido. Mas conhecendo como conheço a diferença entre um e outro, não posso vir aqui e falar que são a mesma coisa – porque não são.

      Um abraço, Daniel!

      • adorei eu gosto muito dreads afro i ja a muito k procurava saber como era esse processo

      • Velho, sou branca e tenho dreads,tava aqui me sentindo até despolitizada por ter dread. Mesmo sendo alguem com consciencia politica. Seu texto ta até me convencendo até ver sua comparação com calça skinny em pessoas gordas. Desculpa, mas aí mostra um preconceito escondidinho, fica feio em pessoas gordas mas se quiser usar pode usa, parece com comentarios do tipo :tenho nada contra gays mas acho que vai contra a natureza. Quem determina que gordos nao podem usar roupa apertadinha, apenas roupas afogadas? Quem disse que fica feio? Nãp seria isso gordofobia? Gordos sofrem preconceito em nossa sociedade, é coisa seria, muita gente deixa de conseguir emprego por causa disso e esse seu comentario reforça isso.

      • Taísa, obrigado pelo comentário. Você está certa quanto a isso da calça, esse meu comentário foi feito há 4 anos atrás, tempo o suficiente para que eu evoluísse nessa questão. Não penso mais dessa forma, inclusive editei o comentário e cortei essa parte.

        Mas bem, indo ao assunto: um comentário errado sobre gordos não muda algo certo sobre outro assunto né? A cultura indiana é milenar mas não é branca. Uma pessoa branca tentar usar uma cultura que não é branca para justificar seu uso continua sendo apropriação cultural. Mesmo assim, os cabelos dos sadhus sofrem intervenção para que fiquem daquele jeito, não são naturais. Não a toa nenhum é freeform, todos são manipulados. E se conhece alguém que tem cabelos lisos naturais que se formaram naturalmente, provavelmente não estão sendo honestos. Se demora muuuuuuito mais tempo para os “dreads” se formarem em cabelos, se cabelos crespos soltos de 5 dedos de comprimento levariam uns 4 ou 6 meses para se formarem dependendo da textura (os enrolados de 1 dedo levam um mês ou até menos dependendo da grossura pretendida) em cabelos lisos levaria mais de um ano, não é? Em um ano o cabelo cresce uns 15 cm, então essas pessoas só tem os “dreads” do pescoço pra baixo? Por que dali pra cima não daria tempo deles se formarem, certo?

        Lembrando que existe muita diferença entre um cabelo embaraçado em formato cilíndrico e dreadlocks. Estou respondendo em consideração ao toque dado, não respondo mais comentários de pessoas reclamando sobre o assunto pois a maioria das questões levantadas já foram debatidas anteriormente. Um abraço! :)

  7. E uma coisa que esqueci de falar:

    Dreadlock = cabelo crespo. É a mesma coisa.

    São indissociáveis. É cabelo crespo emaranhado. É como o cabelo crespo fica se você deixá-lo crescer sem pentear.

    A pessoa que tem o cabelo liso e quer dreadlocks nada mais vai do que tentar simular como um cabelo crespo fica.

    Dreadlocks não foram inventados. Não são um penteado. É simplesmente a forma NATURAL do cabelo crespo quando cresce sem interferências externas.

  8. SOU NEGRO IPSO FACTO CABELOS CRESPOS – FIZ DREADS COM AGULHA E FAÇO MANUTENÇÃO COM AGULHA, NOS NOVOS FAÇO TWIST, METO A AGULHA E REALIZO TORÇÕES … E NOS FINALMENTE = ESTOU COM A CABEÇA CHEIA DE DREADS MADUROS COM 3 ANOS DE CULTIVO … ENTÃO MELHOR REPENSAR O ÓDIO Á AGULHA … NO MEU CASO ESTÃO ÓTIMOS E SEM APARÊNCIA DE NEGLIGÊNCIA ….

    • Não é ódio. É questão estética mesmo. E não afirmo isso por puro palpite, até porque já fiz com agulha.

  9. Olá, estou muito afim de comprar esse gel, pode me indicar algum site para compra-lo? Ja procurei bastante e não acho.
    Obrigada

    • Oi, Maria, tudo bem?

      O seu cabelo é bem crespo (Daqueles que os cachos são bem pequenos)? Se sim, o gel não vai fazer tanta diferença, não. Se o seu cabelo não for tão crespo (Se os cachos forem maiores e tal), o gel dá uma boa ajuda, quando os dreadlocks ainda não se formaram.

      Hoje eu já não uso mais, mas quando usava, comprava no eBay. É barato e dura bastante. Eu usava o Organic Root Stimulator Lock & Twist.

      Se não gostar do eBay, bota o nome no google e procure por sites que entregam no Brasil.

  10. tenho dreads a 5 anos, gostaria de como faço caracois ou ondulaçoes nele

  11. meu cabelo é ondulado dá pra fazer dreads de forma natural meu cabelo é um pouco crespo e grosso mais justamente por ser grosso não se formam cachos

    ps:sou filho de uma mestiça e um branco por isso meu cabelo as vezes tá mais liso as vezes mais crespo não tem uma forma muito definda não é possivel fazer dreads de forma natural ?

    • Só tentando pra saber. Mas se ele não cresce pra cima e não tem como fazer os twists, dificilmente vão se formar os dreadlocks.

  12. Muito bom o texto! Dread, além de ser muito bonito é símbolo de identidade. E eu estou na maior dúvida entre dread e tranças.

  13. HAHA excelente texto sobre dreadlocks, tenho um cabelo bastante volumoso e uso freetwister para dar forma a ele, é bem trabalhoso no inicio mesmo, mas depois fica mais digamos ‘de boa’ de fazer :D

    Muito bom Jun (y)

  14. tipo assim,sou branco,branco msm,mas meu ”hair” é liso e tipoo fikei sem pentea lo um tempo e ele ja estava ficando parecido com dreads,deu umas mechas bem emboladas e eu fui e penteei,mas tipo assim,o que vc disse é certo,dreads são coisa de cabelos crespos
    mas por idealismo os dreads tem que ser naturais,tipo se vc for um seguidor do rastafarismo,a logica é que se deixe o cabelo gerar dreads naturais,se fizer com agulha e tal vc esta indo contra o rastafarismo,mas por estetica não vejo problemas em quem tem cabelo liso,fazer dreads…
    to pensando em fazer,mas não para falar sou um rastafari nem nada,é por q eu acho muito bonito alem de mt pratico,claro,não se pode dizer que é natural nem que virei rasta como vc disse,fica com aspecto falso mas fica bom,pra quem quer fazer por estilo,e tbm não é por modinha como disse algm ai,cada um faz aquilo que se sente bem em fazer,do jeito que vc falou,e com a comparação que vc fez,pessoas negras com cabelos alisados iriam ficar bolados,tipo vai falar para uma mulata de cabelos crespos alisado que o cabelo dela é falso,ou que parece falso por ela ter o alisado! noooo,ela cai matando (so comparando)
    é isso,logico se vc for um negro e quer manter assim sua origem ansestral dreads naturais,obvio,mas se vc não é negro nem rasta não tem problema fazer…

  15. ahhhh e so mais uma,se vc tem dreads e tal deve curtir um raggae,e uma das maiores bandas de raggae é SOJA,e tem membros dessa banda que são brancos de cabelos lisoos,E COMDREADS MUITO BONS!

  16. As pessoas vêm pra cá comentar sem sequer terem lido. Ou, se leram, não entenderam nada. Tô falando de estética, não de resistência, de ancestrais, de reggae ou rastafari. O que escrevi na postagem é fato, não um conjunto de opiniões minhas.

    • eu li sim rapaz,e tipo assim eu sei bem o que vc falou,eu coloquei aki MINHA opnião,o que eu entendo,sou estudante de psicologia e sei e ainda vou postar aki uma foto minha e vc tirem suas conclusões…

  17. meu pai é negão e minha mãe e branca, eu sou branco e tenho cabelo crespo, tentei deixar dreads mas não fico bom de nenhuma maneira.

    Tenho um amigo que é negro, eu chamo ele de negro de raiz pq ele e só descendente de africanos, não tem branco na familia dele e ele tem um conceito “de preto” bem individualista. Que seja. Ele tinha dreads perfeitos mas no fim teve que cortar pra arrumar emprego por causa do maldito preconceito, mas o apelido “rasta” ficou.

    Essa parada de que quem tem locks tem que gostar de reggae e uma regra furada, meu mano curte “e toca” maracatu igual a mim, chico science e etc, ele não tem um conceito rastafari, deixou dreads por opção e exclusividade da raça.

    As vezes eu queria ter puxado mais pro lado do meu pai… Whatever

    • não disse aki que quem tem dreads tem que curtir Raggae,eu disse ”deve curtir” e se curtisse,era pra dar uma olhada na banda e tirar suas conclusoes.
      tipo é fato: dreads são de cabelos crespos,não de liso,mas em cabelo liso pode ficar muito bom sim,depende de muita coisa,claro,mas da certo,não fica perfeito mas da!
      como disse o Fabio ai: ”deixou por opção e exclusividade”
      nesse sentido qualquer um pode ter dreads de boa,so que dreads naturais é bem diferente de sinteticos ou feitos,é muito dificil cabelos lisos formar dreads naturalmente,mas se der uma força e saber a quem proucurar pode ficar bom,é isso que eu quero que entenda

      • Ok.

        Mas, cara, não é aqui – logo aqui – que você vai conseguir provar alguma coisa relacionada a isso.

        Abraço!

    • Nossa Fábio,
      Me corrija se eu estiver errada, na sua fala “tenho um amigo que é negro” pra mim ficou claro que vc não se identifica com o negro mesmo tendo pai negão. Só queria pontuar, visto o rica discussão, que eu sou uma negra não preta e isso não me impediu de me identificar com o negro. Não tenho o cabelo crespo e por isso meu dread será “trabalhado na cera” como diz aqui na Bahia, não me sinto menos importante por isso, o dread pra mim representa a afirmação da minha origem brasileira e por isso mais africana que europeia. Longe de mim aconselhar mas vc não precisa desejar ter puxado aos seu pai pra ter uma identidade negra, de repente é só uma questão de ponto de vista, ou como fez seu irmão opção.
      PS: Tb amo Chico e Nação, bem como reggae, jazz, MPB, samba… em fim, tudo isso é Brasil

  18. acho que até daria pra fazer twists, meu cabelo e ondulado crespo e formaria facilmente pq cresce pra cima, mas meu pai não aceitaria pq ele e meio matuto e tudo pra ele e coisa de bandido, ele não e preconceituoso, é só meio ignorante e nao tem conhecimento sobre raça e tal, n sabe sobre os grandes herois negros e nem se importa, ele é só mais um cara q não sofreu preconceito, foi adotado por brancos quando era bebê (dificil acreditar que meus avós pegaram um neguin pra criar né, era isso ou a mãe biologica colocaria ele na linha do trem) meu ovós ja se foram, nem sei pq escrevi tudo isso, era só pra falar do meu cabelo kkkkk mas eu admiro meus avós por essa atitude

    • sou branquelo, mas tem o cabelo bem cacheado, cachos curtos e o cabelo bem grosso, não chega a ser crespo mas enfim bem encarocalado, alguma chance de conseguir fazer o dread de forma natural ?

  19. Olá Jun!

    Parabéns, muito boa a postagem, é um assunto que muito me interessa e fico feliz em encontrar um material bem escrito como o seu. Pelo visto gerou polêmica o assunto DREADS + CABELO LISO, enquanto lia imaginei que aconteceria isto.

    Faço parte do Manifesto Crespo, um coletivo que discute as questões da estética e corpo negro, principalmente o cabelo. Somos de São Paulo também, se interessar acesse nossa página pra mantermos contato:
    facebook.com/ManifestoCrespo
    blogspot.com/manifestocrespo

    até mais!

  20. Tudo bem Jun? Achei arretado teu texto… Estou deixando meu cabelo ao estilo freeform, vai fazer dois anos, por questões espirituais. Gostaria, se fosse possível, que você me tirasse uma dúvida. Tenho bastante cabelo, porém, na parte da frente está começando a ficar ralo, o que está causando uma aparência estranha da seguinte forma: entre um dread e outro fica quase sem cabelo, aparecendo nitidamente o couro cabeludo. Lavo ele adequadamente, a cada 2, 3 dias com shampoo anticaspa e sem sal. Atrás, aparentemente tá normal, agora na frente está ocorrendo isso, por que será?! será que estou fazendo algo que não deveria, ou estarei ficando careca mesmo, ou algo temporário que depois ficará com mais volume na frente. Agradeço desde já! Jah abençoa!!!

    • Cláudio, eu acho que você tá ficando careca, infelizmente. Dreadlocks já não causam esse problema, ainda menos se for freeform.

      • Obrigado por responder. Será?! Na Verdad, há um tempo tive um problema capilar relacionado ao emocional (esqueci de comentar anteriormente), onde ficou uma parte atrás sem nenhum cabelo, como se fosse um cículo, mas que depois foi solucionado… Se eu estiver ficando careca, tudo bem, aceitarei, mas vou ter essa esperança, pois infelizmente vez ou outra estou tento alguns problemas emocionais… Mais uma vez, muito bom o teu texto. Muita paz e luz!! Abraço!

  21. Ola
    Gostei do texto. Desconhecia os detalhes da técnica freeform.
    Tinha cabelo ondulado (cachos médios), hiper volumosos e muito crespo.
    Sempre pensei em fazer dreads. Fiz com um amigo no método agulha. O resultado não ficou como eu esperava. As raízes tão soltas, o cilindro do dread é bem compacto quase sem flexibilidade. Mesmo assim estou curtindo!
    O comprimento do cabelo que era de 30 cm ficou para 15 cm de dred. Compacta bastante.
    Depois do impacto inicial da mudança, vem a curtição. A economia de tempo e dinheiro. Se antes eu gastava horrores com cremes e o tempo de dedicação dos cachos. Hoje em 10 minutos estou pronta pra sair de casa.
    Temos que reconhecer alguns pontos. Realmente as pessoas olham muito pra quem tem dreads. O preconceito existe sim. Dependendo do tipo de trabalho que você tem terá que enfrentar comentários racistas.
    Acredito que ter dread não é moda! É estilo de vida!
    Assim como o penteado estilo moicano foi apropriado pela mídia. O dread também foi. É natural e infelizmente isso acontece. Infelizmente pq. tudo que vai via modismo e mídia chega sem propriedade nenhuma.
    Quando comecei a pesquisa para fazer os dreads, em alguns salões de São Paulo, me passaram um orçamento de 800 a 1000 reais! (é o preço da moda?)
    Por isso me empolguei com o freeform. Na minha opinião dread é liberdade.! E no meu caso foi renunciar a um cabelo ‘massacrado’ por cremes ativadores de cachos, hidratações e tals…
    Abraços.
    Lili Souza

  22. ae vi hum tal de nudred na net mass para fazer twites sabe onde poso emcontralos aqui no brazil ou algo semelhante a eles nudred??

    • Não sabia o que era e fui procurar saber. Genial. No Brasil com toda certeza absoluta: não tem. Tem que procurar um lugar da gringa e importar. E já vi que só funciona em cabelo muito crespos. Em crespo “médio”, tipo o meu, não funciona.

  23. Oi Jun,
    Gostei muito do seu post. Sou negro, tenho o cabelo bem crespo e tenho bastante interesse em dreads, mas eu gostaria que a aparencia deles fossem iguais as da foto que você postou logo abaixo do subtópico “Fingertwists”. Pelo que eu entendi esses são babytwists. Será que é possível manter os dreads nesse formato permanentemente sem precisar refazer muito depois de alguns meses de cultivo?

    Obrigado! :-)

    • É que esses são twists, não dreadlocks. A manutenção dos twists tem que ser bem constantes. E se você não quiser que virem dreadlocks, de vez em quando vai ter que soltá-los e dar uma penteada, de vez em quando. Mas se seus cabelos são bem crespos, você vai conseguir fazer o formato sem fazer tanta manutenção.

  24. salve ! meu nome é will oliveira e queria tirar uma duvida se possível, seguinte minha cor é parda meu cabelo é crespo e de textura grossa, meu cabelo ainda é curto.Eu curto demais as idéias de passar por todas as fases e experiencias de cultivar dreadlocks mais gostaria de saber mesmo como que eu começo a cuidar do meu cabelo para que se formem os locks ? tem algo em relação aos alimentos em que preciso mudar para que cresçam mais saudáveis ?
    abraços e fico no aguardo.

    • Will, acho que a única preocupação deve ser em relação aos cabelos, mesmo. Na postagem eu explico como dar início ao processo. Procure no youtube por “how to start dreadlocks” ou algo parecido. Vai resultar em vídeos explicativos, como esse: http://www.youtube.com/watch?v=CIRFzfyxggI
      Assista a alguns pra ver qual é o mais convincente, chame algum amigo, amiga ou parente para te ajudar. Demora, mas não é algo muito difícil.

      No início, tente lavar os cabelos somente uma vez por semana, sem esfregá-los. Use shampoo anti-resíduos num borrifador e massageie o couro cabeludo com a maior leveza possível para não desmanchar os twits. Depois de lavar, enrole os twists com as mãos, novamente.

      Abraço.

  25. Olá meu nome é Miguel moro no RS, enquanto procurava material sobre dreads encontrei este texto legal, é interessante. Mas olha só, sou negro, meu cabelo é crespo, mas pelo que percebi nos dreads que vi até o momento; quem faz dreads naturais, ou mesmo artificiais são pessoas que tem uma quantidade enorme de cabelo, muito cabelo mesmo. Eu não tenho uma cbelo volumoso e nem tanto cabelo, quando faço traças elas ficam separadas existe um espeço entre elas, sendo assim consigo fazer dreads? o que poderia fazer?

    • Consegue sem o menor problema. Funciona do mesmo jeito. Sobre as pessoas terem o cabelo volumoso, isso é impressão sua. Dreadlocks passam essa impressão, mesmo.

  26. Também achei a postagem interessante, mas com uma pitada de preconceito.

  27. Essa é, de longe, a postagem mais polêmica e mais comentada.

    Eu sei qual o ponto polêmico. Mas ela não foi feita para agradar a todos, e eu já fiz sabendo disso. Falo com conhecimento e escrevi um artigo verdadeiro, sem achismo. Não posso escrever mentiras com a intenção de não desagradar alguém ou um grupo. Acho que os quatro primeiros comentários resumem bem a discussão.

    Obrigado a todos os que leram e comentaram! :)

  28. olá jun, eu gostaria de saber de como era os teus primeiros meses com dreads na cabeça ?
    como era a tua relação dread/emprego e como você enfrentou isso, tenho uma grande vontade de deixar crescer dreads mais fico com um certo receio eu sei que posso ser um rasta e ser bem sucedido ! dinheiro não é tudo sei sim, me refiro a uma boa carreira e uma vida em que eu possa me manter, mais voltando a pergunta, como é a tua vida hoje com dreadlokcs ?

    • Daí vai da sua escolha. Se você quer uma carreira em que você tem uma certa liberdade ou não. Provavelmente em ambientes corporativos você não vai ter liberdade. Mas trabalhando como autônomo, provavelmente terá. É questão de preponderar. Eu nunca tive problemas com isso, pois nunca desejei trabalhar nesse tipo de ambiente. Mesmo quando trabalhei em escritórios, eram ambientes mais informais não tive problemas.

  29. Eu suplico resposta. Atualmente eu cabelo é cacheado afro no pescoço mas com química. Vou parar com a química por uns 2 anos e fazer os dreads. Vou conseguir desfaze-los sem perder o comprimento daqui a 2 anos? E … não usar condicionador nem dar massagem não danifica, os fios não se partem?
    Ps: ótima matéria.

    • Não entendi bem a sua dúvida. Mas se for o que pensei: não dá pra desfazer os dreadlocks. E não usar condicionador não torna os cabelos mais frágeis.

      Se for o contrário do que entendi: aconselho a cortar a parte que tem quimica e fazer os twists. Não adianta deixar o cabelo crescer por 2 anos antes de querer ter os locs. Quanto antes e mais curto, melhor para que eles se formem.

  30. Olá Jun! Belo post (e bem polêmico) haha!

    Tenho quase certeza que a polêmica se criou por questão de raça, não pelo cabelo ser liso ou crespo ou ondulado (muitas pessoas comentaram “pessoas branquinhas de dreadlocks”)… Por favor, né. Brancos também têm cabelos cacheados/crespos. Whatever. É uma questão de opinião mesmo, porque, nascem em cabelos lisos também (não com tanta facilidade, mas nascem). Não minta, está fazendo exclusividade sim! hahaha

    Pulando essa brincadeira, minha dúvida não é um bicho de sete cabeças… Até os 2 anos de idade, meu cabelo era loiro e cacheado/ondulado. Dos 2 aos 12 eles ficaram bem lisos e escureceram. Hoje em dia, com quase 20 anos, eles são bem maleáveis mas depois do banho fica bem claro que são cacheados e finos (uma mistura muito doida na minha família deu essa mudança no meu cabelo, haha).

    Queria saber se, por essa mudança toda, posso fazer com tranquilidade os dreads naturais? Deixando bem claro que não pretendo seguir o rastafarianismo, é mais pro lado visual mesmo. Também queria saber se há um jeito efetivo de combater o mau cheiro E o jeito certo de como dormir sem prensar o cabelo, ou de modo que não incomode tanto? (Uma amiga disse que sofre para dormir).

    Paz!

    • A resposta para suas perguntas estão no comentário abaixo. Dê uma olhada no último parágrafo para entender melhor, antes de começar a ler tudo e não haver mal-entendidos, ok? Abraço!

  31. Caio, em cabelo cacheado e liso não vão se formar os locs.

    A diferença entre o cabelo crespo e o liso tem muito mais a ver com a TEXTURA do cabelo do que com o formato. O cabelo pode ser liso e bem cacheada, que não vão se formar os locs. Se o cabelo for crespo e formar pouquíssimos cachos (Que é o caso do meu), vai se formar. Justamente porque a questão não é o formato, o cabelo ser enrolado ou não. A questão é a textura.

    O que uso como exemplo é a alface. Existe a crespa e a lisa. As duas podem ter o formato parecido, mas a textura das folhas (Facilmente observadas em suas pontas) são completamente diferente. Uma é reta/lisa e a outra é crespa/enrugada. Com o cabelo é exatamente a mesma coisa.

    NÃO EXISTE PROBLEMA COM MAU-CHEIRO. Só vai existir se pessoa não lavar a cabeça. Dreadlocks não dão mau-cheiro. É cabelo como qualquer outro. Tem quase o mesmo volume de um cabelo black power. Podem ser lavados num intervalo de 2 dias entre as lavagens. E esse intervalo existe para que dê tempo do cabelo secar, não porque existe alguma problema em lavar.

    Sua amiga provavelmente tem os cabelos feitos com agulha. Cabelo embaraçado com agulha NÃO permitem a formação dos dreadlocks como eles devem se formar. Justamente porque são embaraçados pra ficarem em formato de corda. Daí não importa se os cabelos são crespos ou não. É uma “simulação” de dreadlocks e não dreadlocks realmente (Lembrando sempre que dreadlock é ISSO: https://ubora.files.wordpress.com/2010/08/locsdi2.jpg?w=584, e NÃO isso: http://www.askfactmaster.com/images/en/thumb/f/f3/300px-Dreadlocked_Gabriele.jpg). Por isso, ele fica num formato reto e duro. Por isso não é possível cacheá-los, frisá-los, fazer tranças ou penteados complexos. Em dreadlock “de verdade” é possível cachear, frisar, fazer tranças e uma dezena de penteados, como em qualquer outro tipo de cabelo. Inclusive, na foto acima, o cabelo do garoto está frisado. Eu durmo de touca e não incomoda nada porque os dreadlocks são bastante macios (Por isso mesmo é possível moldá-los e fazer penteados).

    Outro ponto importante: não existe MANUTENÇÃO de dreadlocks. Depois de formados, eles estão formados. O máximo que é necessário depois disso, é passar a tesoura em alguns fios que ficam pra fora (Por questão estética) e enrolar as raízes para que continuem no formato desejado. Essa palavra é muito usada por conta do método da agulha, em que as pessoas precisam ficar refazendo a cada período de tempo, passando máquina de cortar cabelo (!!!!!!!!!) em volta para que não tenha mais cabelo pra dentro do que pra fora etc.

    A polêmica acontece porque as pessoas lêem como se eu tivesse expondo uma opinião. E não é. Dreadlocks naturais só se formam em cabelos crespos. Eu não estou chutando, é um fato. Não existem dreadlocks naturais formados em cabelo liso. Assim como não existe cabelo crespo escorrido. É uma questão meramente física. E quem duvidar pode passar dois anos sem pentear o cabelo para fazer o teste. Ter cabelo embaraçado com agulha ou grudado com cera pra ficar num determinado formato é uma coisa, dreadlock é outra. No Estados Unidos, onde os dreadlocks são bem populares entre a negrada, eles comumente se referem a esses cabelos como “fakes”.

    (Caio, desculpe parecer ríspido, não interprete como uma resposta seca às suas perguntas, ok? É que vou aproveitar o embalo e divulgar esse meu comentário como forma de esclarecimento, por isso respondi de um modo menos informal e mais direto. Espero que aí tenha a resposta para suas dúvidas. Um abraço!)

    • Opa, então no meu caso, não se formam naturais? =/
      Haha, engraçada comparação com alfaces. Não discutirei pois tenho um leigo conhecimento sobre cabelo (nem sei como é o meu direito) mas ainda acredito que os dreads se formam em lisos também (futuramente me aprofundarei no assunto).

      Então, já que naturalmente os dreads não se formariam no meu cabelo, o jeito é fazer os “fakes”. Sabe algum método que seja mais fácil e que danifique menos o cabelo? Só conheço os dreads feitos com cera, mas não gostei muito.
      Já vi muitas pessoas de cabelo crespo com dreadlocks feitos com agulha, talvez por preferência/gosto.

      Nada, que isso, haha! Relaxa, deu pra entender bem seu ponto de vista. Agora é só eu ver direito qual vou querer: os dreadlocks (que não se forma naturalmente, mas deve haver um jeito) ou os derivados (não gosto de chamá-los de “fakes”, seria o mesmo que usar uma falácia, são mais como variações). Já que não fedem, então não há nenhum problema, haha. Valeu, abraço!!

      • Não se formam. Pode acreditar, mas vai ver que não existe e não vai achar nenhum exemplo real pela internet ou qualquer outro lugar.

        Sim, aqui no Brasil existem muito mais feitos com agulha, porque é o método mais popular e a maior parte das pessoas que usam esse método pensam que é o único. E muitos picaretas agulheiros espalham várias mentiras como a de “ser mais higiênico”, dizem que pro freeform não pode lavar o cabelo, acumula sujeira etc.

        Chamam de fakes com razão, pois – além dos próprios se referirem aos seus cabelo como dreadlocks – isso entra numa questão bem mais profunda do que meramente estética, que é o da apropriação cultura, o desrespeito com a estética e tradições negras etc. Na realidade, apesar da minha postagem ser apenas um guia direcionado a quem tem os cabelos crespos, quem reflete um pouco mais além acaba caindo nesse tema. A discussão dos comentários é bem isso, hahaha.

        Abraço!

      • A maioria é mesmo feita com agulha ou lã (são os que eu mais vi). O que eu quero é um que não seja complicado de se fazer e que não deixe um mau cheiro (e que sirva para cabelos indecisos, como o meu!!!). Quero só por visual mesmo.

        Chamar de fake dá uma impressão de “butthurt” (não querendo ofender, mas assim fica mais claro). As pessoas acham que aquele estilo de cabelo é dreadlock e se referem como tal por falta de conhecimento (eu mesmo achava que todo cabelo parecido era dreadlock, como se fosse um corte de cabelo). Entendo como você (não sei se segue a cultura) e as pessoas que seguem a tradição se sentem quando vêem isso. Eu mesmo odiava quando ouvia pessoas falando que eram fã de uma banda sem nem conhecê-la (típico poser). Mas a maioria é leiga, não fazem por maldade.

        Sim, depois de ler deu pra perceber que era para quem tem cabelo crespo, mas tem coisas que servem no geral também (como essa de que pode lavar o cabelo). A discussão nos comentários foi porque muita gente levou pro lado pessoal, ficam se estressando a toa. Tão precisando de um chazinho de maracujá, haha.

        Abraço!!!

  32. Ai Ju, se vocé ja usou gel e esta fazendo o “interlocking” para apertar os dreads na raiz, a unica conlusão pode ser que mesmo em cabelo crespo o dread ao final não se forma tão naturalmente. O então porqué vocé meixe tanto nele? Just saying ;-)
    Tanto como os dreads são um penteado do continente Africano existe tradicionalmente na região da India e os Vikings europeos também tiveram dreads. Cualquer cabelo faiz dreads se não é penteado, é so uma cuestão de tempo.

    • Já fiz com agulha. Já tive freeform (As pontas da maioria dos meus locs são da fase freeform). Já fiz twist com creme e sem creme. Já fiz interlocks. O creme auxilia pra dar menos trabalho quando se faz os twists, eles não tem NADA a ver com a FORMAÇÃO dos locs. É só pra deixar o serviço mais prático. Interlocks não “apertam” os cabelos na raiz, até porque, apertar não faz bem pro couro cabeludo. Interlock nada mais é do que formar dois twists que giram em sentidos opostos (E por isso ficam juntos). Interlock é uma variação dos twists. “Just saying” pra quem não sabe muito o que tá dizendo.

      Acho engraçado que as pessoas vem aqui comentar como se eu não pesquisasse e entendesse muito no assunto, como se não tivesse experimentado muito em meu próprio cabelo e ganhado MUITA experiência no tratamento dos dreadlocks.

      Entendam: eu não li artigo vagabundo sem base histórica de blog descolado pra aprender o que aprendi. Infelizmente, os comentários dessa postagem tão virando chororô de gente de cabelo liso que não aceita o que foi escrito e não faz idéia do que está falando, porque não tem a menor intimidade com o assunto. Além de tudo, isso não é fórum de discussão. E nem espaço pra afroconveniente.

      Então, a partir daqui, só vou aceitar comentários de quem tem dúvidas sobre a formação dos locs ou algo parecido.

      Abraços!

  33. E ai Jun com quanto tempo começa aparecer os primeiros dreads freeform tenho cabelo bem crespo e to a 20dias se pentear já ta aparecendo alguns nu formato de dread mas demora pra elrs “dredarem”

  34. Ahh mais uma pergunta
    como eu faço pra lavar e pra dormir ?

    • Pra lavar eu vou te ensinar o método que adotei, o mais prático pra mim. Usso borrifador, desses de cabeleireiro mesmo, e um shampoo anti-resíduos que não seja muito grosso e melequento. Coloca a quantidade desejada (Isso você tem que testar, varia conforme o shampoo) e complete com água (Eu uso uma quantidade equivalente a uns 3x a medida do shampoo). Dá uma molhada e esfregada na cabeça, só com água. Depois borrife o shampoo na raiz/couro cabeludo e depois borrife pelos dreadlocks. Esfregue a raiz com as pontas dos dedos, bem suavamente, pra não desmanchar os twists ou não atrapalhar os dreadlocks que estão se formando. O resto com a palma da mão, pra formar bastante espuma.

      Deixo descansando uns 10 minutos, com bastante espuma, pro anti-resíduo agir e ficar bem cheiroso. Depois é só jogar água e dar uma espremida nas mechas, pra não ficar shampoo lá dentro. Quando acabo, espremo novamente os locs pra tirar o excesso de água, depois dous uma secada de leve com a toalha. O ideal é lavar os cabelos durante o dia (Se tiver calor e você sair na rua eles secam rapidinho), pra não dormir com eles molhados…

      Pra dormir não existe nenhum problema. Quem tem problemas geralmente é quem faz com agulhas, pois os dreadlocks não se formam do modo como devem se formar, ficam duros que nem uma corda. Os meus são bem macios, é como dormir com um afro bem grande… Não faz muita diferença. Durmo de touca.

  35. Eu sou branca, bem branquinha mas tenho cabelos de negros, com cachos finos desde a raiz, apesar de serem castanho-claro-meio-loiro (kkk). Tenho 17 anos e já usei o cabelo desmantelado, alisei, relaxei, fiz permanente, o diabo a quatro no coitado (e até tinha um certo complexo por ser a única das minhas amigas assim, todo mundo falava mal dele e adoravam dar pitaco dizendo o que eu tinha de fazer). Há uns três anos eu finalmente resolvi assumir meus cachos – vale dizer que eu ainda sou a única das minhas amigas com cachos naturais – e parei de usar esses produtos químicos. Cuido deles com carinho, lavando com frequência, hidratando e coisa e tal. Mas dá muito trabalho porque eu uso muito creme de pentear pra manter eles bonitos e definidos por bastante tempo depois que seca (molhados eles têm mais de 60 cm de comprimento), tem que estar sempre hidratando e eu moro no Nordeste, mais especificamente no sertão e faz muito, muito calor. Agora imagina um cabelão cacheado solto e com bastante creme na cabeça num dia de verão por aqui. Eu queria poder lavá-los todos os dias e não pôr creme nem nada e deixar soltão. Faz um tempo que estou pensando seriamente em cortá-los bem curtos ou fazer dreads (não eliminaria o calor, mais sem creme ia ajudar bastante) já que eu sempre tive vontade de fazer. Mas eu tenho algumas dúvidas. Vou te fazer, mas não sei se vai poder me responder. Posso fazer dreads com meus cabelos já grandes ou precisa ser desde quando vão nascendo? A questão de secar depois de lavar, tenho medo de não secar direito e ficar com um cheiro não legal ou desenvolver algum tipo de fungo, sei lá, como funciona pra secar direitinho? Se eu quiser deixar ele ir crescendo sem manter a raiz pra depois de um tempo cortar os dreads, será que fica feio enquanto eu estiver usando-os? Valeuzãaao :)

    • A melhor opção é cortá-los curtos e fazer os twists para que se transformem em dreadlocks. “Fazer” dreadlock não dá. É como “fazer um black power”. Quando se FAZ dreadlocks, é porque não são dreadlocks. Eles precisam se formar, virar dreadlocks, saca? Com eles compridos não vão se formar.

      Mas se não quiser cortá-los existe um opção: trance o cabelo todo e não desmanche as tranças por alguns meses. Conforme a raiz for crescendo, você passa a a ponta da trança por dentro da raiz (Vai trançar a raiz). Depois de alguns meses, você vai ver que já se transformaram em dreadlocks, perto da raiz. Só as pontas vão continuar trançadas. Então você corta o resto e terá dreadlocks curtos, mas formados. Daí é só continuar o processo de passar as pontas por dentro. Sugiro que faça umas 100 tranças na cabeça inteira.

      Como sempre digo: dreadlock é CABELO. Não é uma parada especial ou diferente. Os cuidados são os mesmo de sempre: não dormir com os cabelos molhados, lavar o suficiente para que ele esteja seco na próxima vez que você lavar. Um intervalo de 2 dias entre cada lavagem está bom, ainda mais morando no nordeste. Se lavou segunda, lava de novo na quinta. De preferência de manhã/tarde para que dê tempo de secar até a noite. Não vai ter problema nenhuma com mal cheiro ou qualquer outra coisa desagradável.

      E uma sugestão pessoal: se já tiver pensando em cortá-los antes de tê-los, é melhor não começar. Demora praticamente um ano para se ter dreadlocks bem formados e num comprimento abaixo de médio. Para que fiquem bem compridos, leva-se uns 3 anos. Não dá trabalho, mas exige cuidado.

      Boa sorte!

  36. ai cara lavar os dreads freeform com água do mar é bom né ?
    então como aqui perto não tem praia será que daria na mesma lavar com água e sal ?

  37. Olá,
    Cara eu preciso de uma dica. Meu cabelo é meio crespo meio liso rs na parte de cima ele é crespo e com menos volume devido a queda natural (nada exagerado mas da pra perceber que tem menos cabelo) e dos lados e atrás eles ficam mais cacheados e em maior quantidade. É um mix rs. faz tempo que quero fazer dreadlocks, mas tenho a duvida se consigo cultivar pelo tipo do meu cabelo.

    Grato pela matéria

    • Nos comentários acima eu expliquei pra um rapaz que a característica crespa se refere mais a textura do cabelo do que ao enrolado. Se esse seu cabelo “meio liso” for só um crespo mais esticado (Caso do meu cabelo na nuca), os locs vão se formar normalmente. Não tão bem quanto na outra parte, mas se formam.

      O jeito é arriscar mesmo e ter paciência, só assim pra descobrir.

      Boa sorte.

  38. Oi Jun
    Excelente matéria a sua, as imagens são lindas também, especialmente a 6°, morri de inveja. Sou negra não preta e infelizmente os babylock’s não se adequam ao perfil do meu cabelo, pena mesmo prq ficaria mais barato. (rs)
    Perfeita a sua colocação sobre a essência dos cabelos, de fato, um cabelo crespo alisado nunca vai ser tão bonito quanto o liso natural e com o dread a mesma coisa, seu post foi muito pertinente pra mim nesse momento que tô procurando um lugar pra fazer os meus e tenho me deparado com tanta gente querendo dar uma “aparência menos rasta”, talvez pelo fato de não ser preta, que quase achei que ficaria esquisita de lock. Sua identidade é tão marcante que trouxe de volta minha lucidez. Muito obrigada e bjo bem grande

    • Iaiá, muito obrigado pelos comentários. O post foi feito justamente para pessoas como você, não pra quem vem aqui chorar nos comentários (Que eu não publico mais). Espero que a leitura tenha te servido como estímulo. Se não quiser o método dos twists, que formam os “babylocs”, você também pode optar por fazer várias tranças finas no cabelo (A quantidade varia conforme a grossura) e não desmanchar mais. Uma hora os locs estarão formados. Nuns comentários acima eu comento mais detalhadamente.

      Um beijo e boa sorte!

  39. Oi Jun,
    Gostei muito da sua postagem. Diferente das outras, que só tem baboseira e referem-se aos dreads como se referem a penteados para formatura, a sua me esclareceu bastante e o mais importante – me mostrou essa técnica de twist.
    Me interessei muito e decidi que vou tentar fazer. Meu cabelo é bem cacheado, na nuca ele é mais próximo do cabelo crespo e na região da testa e da orelha ele é mais “sedoso”. Ele tem cerca de 30cm. Dá pra formar os dreads só enrolando as mechas com o dedo, passando esse gel e lavando com menos frequência?

    • Cara, não precisa nem de gel, na real. Ele serve pra dar uma segurada, mas não é necessário. Ele dá uma força, apenas. Se seu cabelo já tem 30 cm, acho que compensa mais fazer várias tranças e não desmanchá-las até os dreadlocks se formarem. Uns comentários acima eu descrevo o processo. Conforme o cabelo for crescendo, passe a ponta do cabelo por dentro da raiz (Essa técnica se chama “interlock” e você pode procurar por vídeos no youtube que mostram o processo).

      Boa sorte!

  40. De fato, é verdade. Mas sou negra e sou apaixonada por dreads e tudo relacionado aos rastas…. Mas tenho origens indígenas e nasci com o cabelo liso, mas quero ter dreads!

    • Depende do tipo de cacheado. Pra um formato bem redondo, você lava, faz bantu knots e deixa assim até secar. Pra mais ondulado, você pode trançar e deixar secar ou fazer two strand twists e deixar secar. Pra cada expressão em inglês que usei, dá uma olhada no google pra ver como é.

      Só funciona mesmo em dreadlocks ~de verdade~, ou seja, só se os locs se formaram em freeform/twists/etc. Não funciona em quem fez com cera ou agulha.

      Boa sorte!

  41. Jun, dá pra cultivar os dreads (freeform ou twist ou qualquer outra maneira natural) num cabelo tipo 3b puxado um pouco pro 3c?

    • Cara, eu não manjo dessas fitas, procurei no google e pra mim 3b e 3c deu mais ou menos na mesma, com algumas variações nada a ver.

      O importante não é o cacheado e sim a textura dele ser crespa. Se seu cabelo for um liso cacheado, capaz que não formem. Se for um crespo ameno assim: http://www.cabelocrespoecabelobom.com.br/blog/wp-content/uploads/2011/04/cabelo-para-corte.jpg ou mesmo que não seja muito cacheado, eles formam sim. Mas não sei dizer com precisão porque nunca vi seu cabelo. Mas em resumo: se for crespo, vai formar sim. Pode demorar mais, mas forma.

      Como eu sempre, o crespo diz respeito à textura do fio do que ao formato do cabelo. Pra visualizar: é a mesma diferença entre a alface lisa e a alface crespa.

  42. Os dreads “twist and rip” também têm essa leveza, gama de penteados e textura dos freeform e fingertwist? Tenho o cabelo cacheado, e, infelizmente, acho que o meu favorito (fingertwist) não vai funcionar. Quero dizer, o cabelo enrola, mas a raíz (tenho o cabelo comprido) fica solta.

    • Não. Twist and rip é como se fosse uma trança, é um método tão falso quanto o de agulha, porque você apenas embaraça os cabelos. Dreadlocks se formam quando estão perto da raiz, não adianta enrolar o cabelo inteiro, que o máximo que vai conseguir é embaraçar (Seja qual for o tipo de cabelo). O ideal é cortar.

      Se o seu cabelo for cacheado liso (Como sempre falo nos comentários, a diferença entre liso e crespo está na textura do cabelo, não no formato geral), não há método que funcione. Se for cacheado crespo, qualquer método vai funcionar, variando apenas o tempo de formação (Quanto mais crespo, mais rápido se formam).

      • Poxa. Cultivo meu cabelo desde 2010, que dó que eu tenho de cortar. De qualquer forma, acho que ele está mais pra cacheado liso do que pra crespo. Obrigado.

  43. Ótimo texto! Gostei muito da comparação de cabelo liso com dread ser igual a cabelo crespo alisado.
    Eu estava muito animada para fazer dreads, gosto muito da cultura afro e por mim teria nascido negra, pena que sou bem branquinha.
    Enfim agora me desanimei, meu cabelo só tem as pontas encaracoladas, acho que os dreads ficariam feios, infelizmente. Pena que não tenho belos cabelos crespos!

    • Mariana, nada combina mais com a gente do que a textura, formato e cor dos nossos cabelos naturais. Tenho certeza de que com seu cabelos naturais você está na forma mais bonita do que poderia ficar se mudasse sua aparência genuína! :)

      Um beijo!

  44. Maravilhoso texto cara! É bem difícil encontrar conteúdo adequado sobre o assunto em português na internet. No youtube se acha muito material, mas em sua maioria, em ingles. Queria pedir umas dicas nesse sentido. Você indica algum site/grupo de facebook/pagina que tenha um conteúdo apropriado sobre dreads em português? E indica algum site que venda acessórios/gorros/produtos para o cabelo? Iniciei há um mês com os dreads, feitos à mão mesmo e pente. Meu cabelo é muito crespo, daqueles que os dreads acabam se formando sozinhos, se deixar de pentear-lhes. Ando muito contente com o processo e animado.

    Abraço!

    • Obrigado mesmo, Lialdo. Infelizmente não tenho nada pra indicar. A maioria das páginas sobre dreadlocks são aquelas “democráticas” em que até aplique é chamado dreadlock e ninguém entende nada sobre o assunto. Quanto aos produtos é a mesma coisa, você só vai achar em site americano (No eBay mesmo tem bastante coisa).

      Boa sorte e espero que goste do resultado. Um abraço!

  45. Gostei muito do seu post,meu sonho é fazer dread mias meu cabelo e muito liso,eu li q varias pessoas concordaram e muitas discordarão e achando o meio q preconceituoso,na minha opinião eu não achei preconceito algum com oque você falo ,pois na verdade isso não passa de um fato na humanidade ,todos somos diferentes e temos q aceitar isso ,acho q pessoas q tem dread natural tem muita sorte porque é lindo ,acho também lindo quem fez por método de agulha ou outra coisa ,pessoas de cabelos lisos q acham lindo (como no meu caso) elas acabam não tendo muito opção se querem fazer pois o único método mesmo e sintético…

  46. Olá, achei bem legal o post. Eu possuo dreads de cera há quase 4 anos agora. Nunca cortei. Estão bem compridos. Queria deixar por + 1 ano (tenho 22 anos), mas estou com uma preocupação recentemente. Todos os meus amigos e conhecidos estão dizendo pra eu cortar logo se não vou acabar ficando careca. Não entendo de cabelos. Minha família não tem parente algum com a genética de calvície, achei que esse fosse motivo mais que suficiente para impedir minha calvície. Mas meus amigos e conhecidos estão dizendo que por causa do peso da cera no meu cabelo, pode ser que deforme as glândulas capilares, sei lá. Sempre que faço a manutenção do meu cabelo (2 em 2 meses) costumo acrescentar 500-750 gramas de cera no cabelo.
    Agora estou bem preocupado. Você tem informações sobre dreads levarem a calvície? Obrigado.

    • Dreadlocks não levam à calvicie e nem teria como, o que leva é o peso que você carrega nos cabelos que não são seus próprios cabelos. Se você coloca mais de meio quilo de um produto a cada 2 meses, obviamente você tá carregando muito peso-extra. Dreadlocks naturais são sempre a melhor opção, tanto pra estética quanto pra “saúde capilar”.

      • Obrigado pela resposta. Então você acha que, de fato, devo me preocupar com essa história de danificar a glândula capilar (não sei o nome correto)?
        Não adiciono 500g a cada 2 meses, eu reponho o que perco na verdade. Por meu cabelo estar abaixo da cintura e eu lavar com bastante frequência (1 vez a cada 7-10 dias) cai bastante cera.
        Obrigado 😃

      • Acho que é o caso de consultar um especialista. Como leigo nesse assunto, eu imagino que possa te trazer algum risco por conta do peso, mas isso não passa de achismo.

  47. Tirou todas minha duvidas, sempre cortei meu cabelo baixo(na maquina 1) quando crescia ñ gostava de pentear, e os Dreads começava a crescer de forma livre, sofria muito preconceito na escola, era chamado de cabelo de Bom Bril e etc… Devido vários problemas na minha vida, causado pelo sistema, resolvi seguir mudar meu estilo devida, estou criando meu dreads de forma livre, estou muito ancioso pra que cresça logo, Good Vibes

    • Wesllen, fico muito feliz em ler comentários como este que você mandou. É exatamente para pessoas como você que escrevi esse artigo.

      E calma que o cabelo já cresce! Hahaha

      Abraço!

      • Só quem te cabelo de bucha de lavar prato entende, o sistema nos empoe um padrão de beleza desde quando chegamos ao mundo, somos obrigados ate hoje ter cabelos lisos, no meu caso quando ficava 1 mês sem cortar o cabelo a perseguição no colégio ou no trabalho começa (corta esse cabelo que esta feio) passei a usar boné na minha pre-adolescência, quando começava a crescer colocava um boné aí a perseguição era menor, as vezes alguns do parceiro puxava o boné da kbça e falava( vai cortar esse cabelo ta parecendo um doido) eu levava na esportiva, eles zoavam meus cabelos, e eu zoava outras coisas deles, mas tinha que cortar o cabelo, caso contrario, a perseguição era constante…Enfim admiro todos os tipos de Dreads, no meu ponto vista é uma forma direta de bater de frente com o “sistema” mesmo sabendo que existe os modinha também, mas só quem tem cabelos CRESPO entende, ñ é só criar Dreads, é toda uma historia de vida sofrendo preconceito!

  48. Segui toda as instruções, ja estou percebendo uma grande diferencia, agora estão se formando, OBS: devido minha pele ser oleosa chega um ponto que cosa muito, quando esta assim eu lavo com xampu ante resido que fica de boa, ñ estou esperando os 7 dias, vai fazer 2 messes ainda, da ultima vez tinha cortado na maqui 1, mas ta pela ordem, estava precisado de instruções, fica na fé !!

  49. Oi jun!
    Sou “branca”, meu cabelo é loiro e enrolado (mais na raíz) e eu queria muito fazer dreads, pq acho muito bonito, não ficaria legal?

    • A questão não é nem se fica legal ou não, mas se os dreadlocks vão se formar. Se seu cabelo for CRESPO, que no início cresce pra cima, eles vão se formar. Se seu cabelo for liso enrolado (Que é algo bem diferente de ter o cabelo crespo), eles não vão se formar.

  50. Salve Jun!
    Otimo texto!! gostei muito e aprendi coisas que não sabia sobre dreads ! :D
    Bom sou ”branca”, e tenho dreads feitos de agulha que no caso fui eu mesma que fiz,
    eu tinha o cabelo muito crespo e muito grosso mesmo, eu ficava 5 dias sem pentear e ele ja formava alguns dreads, então aproveitei isso nele ja peguei a agulha e comecei a cultivar eles..aprendi sozinha mesmo.. Mas to vendo gente por ai fazendo dreads por questão de beleza, acho que se for fazer dreads por beleza ja esta errado, pois quando voce é diferente voce sera julgado pela sociedade, porque o padrão da sociedade é o cabelo liso, o bonito pra eles é isso… infelizmente.. Pra mim ter dreads significa dar um grito contra a sociedade, liberdade de expressão..sakas? Meus dreads são como membros, não tem como tirar de mim, eles fazem parte de mim,eles são como uma raiz..uma raiz forte! se tirar a raiz de uma arvore ela cai…
    Abraço, fica na paz !

  51. Me amarrei nas explicações to deixando meu cabelo crescer ja tem dois meses, e não sabia direito o que fazer pra os locs se formarem . Página maneira parabéns para o criador dela . ” fiquem na Paz de Jah ”

  52. Meu cabelo é liso, e fiz os dreads com agulha. Achei de extrema importância e pertinência a maneira como tu descreve a “onda” de apropriação dos brancos da cultura dos dread locks. Muitas pessoas me dizem que acham lindo dreads loiros, e eu sempre questiono o pq dessas pessoas não elogiarem da mesma maneira o cabelo negro. É inegável que os dreads nos cabelos crespos são mais bonitos, ficam muito mais redondinhos, eu admiro muito. O meu mesmo fica espigado e duro, enquanto o de cabelos crespos é bem mais macio e os cabelos não “fogem” de dentro dos dreads. Infelizmente, o fato de ter dreads, não nos faz menos preconceituosos, nem maiores conhecedores e respeitadores das culturas africanas…

    • Amigos leitores do blog, vocês sabem que no início da postagem deixo bem explícito que não aceito comentários choradeira do tipo. Mas pra esse resolvi abrir uma exceção, pois quero que vocês vejam o tipo de comentários racistas que são deixados por pessoas que não aceitam um fato sobre os cabelos crespos:

      Uma postagem sobre cabelos crespos, com informações precisas e que trata sobre a auto-estima negra é comparada ao líder de um regime fascista que praticou genocídio, exterminou milhões de pessoas. Judeus, ciganos, negros, homossexuais. Observem os parâmetros de comparação.

      • Liberdade de expressão.
        Assim como existem falsos lisos, existem falsos crespos, e estamos ai pra mesclar e vivermos em armonia.
        O fato de ter feito uma postagem explicando a verdadeira essência dos dreads, não significa que você esta repelindo os demais, mas realmente, o ser humano causa polemica com tudo.
        Sem julgamentos, até porque, nem todo careca sofre cauvice ou faz quimioterapia, assim como existem pessoas de todas as raças, umas tentando ser iguais as outras de certa forma e isso ainda é melhor do que qualquer preconceito.
        Mas enfim, finalizando, oque entendi nessa postagem, é falou sobre raizes, não somente a estética.

  53. Parabéns pelo texto, curti muito, respondeu minhas dúvidas sobre o dread e me inspirou mais ainda, já já sai o meu, vlw :)

  54. Nossa, adorei o blog, me indentifiquei muito com tudos esses cabelos lindos, e estou pensando seriamente em faze um deadlock, até Pq o meu cabelo favorece isso a mim :3 !!!!
    bjssss :)

  55. Gostei muito da publicação meu caro!! Me baseio muito em conceitos da filosofia Rasta e os cultivo no meu dia-a-dia,porém a minha querela é a respeito dos dreads,possuo cabelos encaracolados e estou deixando crescer,o lavo normalmente,entretanto nao o penteio,por conseguinte,ao passar os dedos,noto embaraços e pequenos nós nos fios, nao acreditas que mesmo sendo encaracolados as madeixas nao irão se formar ao prolongar do tempo ??
    Desde ja agradeço
    Jah Bless irmão

    • Acredito que não se formarão, porque a formação dos locs tem a ver com a textura dos cabelos e não com o formato. Existe o liso que é cacheado e o crespo que é cacheado, e eles não pertencem à mesma “categoria” de cabelos. O meu cabelo, por exemplo, é crespo e não é cacheado. Se a textura do seu cabelo for crespa se formará, se a textura for lisa não.

      Um abraço!

  56. Amei o texto! Estou muito confusa em relação ao meu cabelo e esse texto me ajudou totalmente a exclarecer minhas dúvidas..
    Só tenho um problema ainda, achar um profissional de confiança para façar meu cabelo. Sou morena, tenho cabelos cacheados e estou querendo dar uma mudada, pensei em alisar totalmente o cabelo porque já fiz isso, mas não, muito comum rs, vou pular para os dreads..

  57. Oi, gostei muito do seu post, tipo a comparação que vc fez sobre cabelos crespos alisados, e lisos cacheados foi muito boa, claro q cada um escolhe o seu estilo, mas obrigada por esse post, pois eu estou louca pra fazer dreads, e pretendia fazer os de agulhas, mas agora que conheci esses dreads realmente naturais eu vou faze-lo, sou branquinha, mas meu cabelo é bem enrolado e cumprido, não chega a ser mto crespo mas quando eu fico sem pentealo ele forma tipo dreads e eu não sabia q se eu continuasse a fazer isso ficaria dreads naturais e lindos

  58. Pow, muito bom o poster mano! Eu tenho dreadlocks a 3 anos e o meu foi feito da seguinte forma, tinha um cabelo cacheado crespo, ai quando o black tava grandão fiz tranças na quantidade e na grossura que queria e deixei dredear só fazendo a separação da raiz e deixando naturalmente e pra manutenção faço o método do interlocking. Tenho tanto orgulho deles

  59. Olá. Gostei bastante da matéria sobre dreads. Sou negro, tenho o cabelo bem crespo e sempre tive vontade de deixar os dreads, mas nunca tive coragem. Meu cabelo (com o black levantado) está com mais ou menos 20cm e de uns meses para cá vim amadurecendo a ideia dos dreads. Um amigo meu (também negro) já cultiva seus dreads a muitos anos, feitos com agulha de crochê me aconselhou este método. Agora lendo esta matéria estou pensando em deixar freeform e ver no que dá. Obrigado!

Os comentários estão desativados.