Realengo, Sandy Hook…

Criança é a paz, ternura, um doce sabor. É a planta. Criança é o fruto de uma dor. Não há contratempo, nem chuva, nem vento. É um ser de luz que desponta. Que eterniza a lembrança pra vida. Quisera eu ser um jurado pra condenar o mal com amor. Fazer de todo curumim a flor mais bela do jardim. Canção gostosa pra ninar e com um sorriso despertar esse pingo de gente. Meu pixote inocente.

meninas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s